Loading...
Quem Somos 2017-11-22T17:39:12+00:00

COMO TUDO COMEÇOU

Uma confraria, uma ideia e muita determinação.

Tudo começou como uma despretensiosa confraria entre quatro amigos no último ano de faculdade. O ano era 2009 e Guilherme Manganello e Alexandre Leme, em conjunto com outros dois colegas, se encontravam todas segundas-feiras, com o intuito de celebrar a amizade e maximizar o tempo de convivência entre eles, como pano de fundo, estava a cerveja. Nesses encontros, os amigos saboreavam algumas cervejas especiais em meio à risadas e bate-papo. A cerveja foi tomando um espaço maior nessas descontraídas conversas, e passou a ser a protagonista das reuniões, até que um dia, os então, quase engenheiros de alimentos tiveram uma brilhante ideia: ao invés de comprar cervejas, por que não a fazemos? A empolgação tomou conta de todos e colocaram a mão na massa logo em seguida.

O início não foi muito animador, muitos erros e quase nenhum acerto, até uma momentânea desistência aconteceu e nesse ínterim o tempo passou e o ano terminou.

Os quatro amigos, agora engenheiros de alimentos formados, tomaram cada um o seu caminho, deixando para trás os encontros semanais, mas levando cada um consigo, a paixão pelas cervejas especiais e o sonho de um dia, conseguir criar uma cerveja que satisfizesse seus, cada vez mais exigentes, paladares.

Após um ano de formados, Guilherme informou os amigos que estava deixando seu emprego na época, para ir em busca de um sonho: fazer uma cerveja de qualidade superior, que pudesse ser comercializada. Juntou seus trapos e seguiu rumo aos Estados Unidos a fim de fazer um curso de produção de cervejas na UC Davis, universidade californiana de referência na área. Nesse período que por lá ficou, Guilherme pode provar diversas cervejas, dos mais diversos estilos e procedências, visitou diversas cervejarias e brew pubs, imergindo ainda mais na cultura cervejeira e na revolução das cervejas artesanais que acontecia por lá e que ao mesmo tempo rapidamente se alastrava por todo o mundo.

Voltando de território ianque, Guilherme seguiu se aprofundando no estudo, através de livros e outros cursos. Durante esse tempo, deu muito trabalho às panelas, que permaneciam constantemente ocupadas. Depois de alguns bons anos e mais algumas centenas (isso mesmo, algumas centenas) de receitas produzidas em casa, Alexandre se juntou ao Guilherme e o sonho dos dois amigos tomou forma: no final de 2016, a Cervejaria Tábuas lançou seu primeiro rótulo comercial, a ESTACA IPA. A primeira cerveja da Tábuas chegou ao público com um ABV de 6,4% e muitos lúpulos clássicos americanos, como Cascade, Chinook, Columbus, Simcoe e Amarillo, com aroma cítrico e amargor moderado.

De lá pra cá a cervejaria, que é cigana, abriu um taproom em Barão Geraldo, distrito de Campinas (e onde tudo começou, afinal os rapazes eram alunos da Unicamp). Nesse aconchegante local, as pessoas podem degustar as cervejas que hoje são produzidas pela Tábuas, encher seus growlers, comprar acessórios da marca, como copos e abridores, além de poder provar cervejas de cervejarias convidadas, que são criteriosamente escolhidas para atender ao gosto dos frequentadores. A novidade fica por conta dos crowlers: o taproom da Tábuas é a primeira crolwer station de Campinas, isso é, você não precisa possuir um growler para poder levar cerveja fresca para casa, você fica à vontade para escolher, pois a Tábuas oferece a possibilidade de enchimento de latas descartáveis de um litro, que são lacradas na hora com equipamento próprio e que conservam o frescor e toda a qualidade da bebida, por até cinco dias, na geladeira.

Voltando às cervejas, a Cervejaria Tábuas hoje oferece quatro outros rótulos, além da percursora Estaca IPA. O lema dos cervejeiros é o de produzir o que gostam de beber e portanto, hoje a carta conta com mais uma IPA, batizada de “Moita”; uma APA, a Lenha; além de uma encorpada Double Stout, chamada de Seiva. A Saison, que foi lançada no final da primavera, recebeu o nome de Flora enquanto a Double IPA, que teve seu lançamento justamente no aniversário de um ano da cervejaria, se chama Serrote. Ainda haverá mais uma surpresa, que até o final de 2017 estará engatada no taproom da cervejaria e demais bares especializados.

Um sonho que se tornou realidade, por mais que possa soar como um clichê, a história da Cervejaria Tábuas é essa, e para a alegria de Alexandre e Guilherme, suas criações, não pasteurizadas e sempre frescas, hoje jorram pelas torneiras mais bem frequentadas do estado.

QUEM FAZ A TÁBUAS

Para eles, a cerveja é muito mais do que uma bebida.

Alexandre Leme
Alexandre Leme
Guilherme Manganello
Guilherme Manganello

DEPOIMENTOS DOS CLIENTES

Confira o que nossos clientes falam de nossas cervejas.

“As cervejas da Tábuas são todas excelentes! Se for para escolher uma delas, talvez eu escolha a Moita, por ser uma american IPA bem resolvida e moderna!”

Luis Ricardo

“Minha cerveja favorita do Tábuas é a Lenha. Mas gosto quase o mesmo tanto da Moita e da Estaca.”

Renan

Copyright. All rights reserved. Desenvolvido por: plenus